2 Erros Que a Maioria dos estudantes fazem ao escolher sua Profissão – E Como Evitá-los

career choices, decisions and questions, concept presented on blackboard with color sticky notes and white chalk

Acredito que na vida passamos por alguns períodos de decisões extremamente difíceis em que uma simples escolha pode mudar o rumo da sua vida.

O primeiro grande período de decisão é quando você escolhe qual curso superior irá fazer. Anterior a essa grande questão a maioria das escolhas eram tomadas por seus pais, porém agora chegou a sua vez de tomar a decisão!

Anteriormente você poderia ter escolhido fazer uma aula de natação, escolinha de futebol ou um curso de idioma, mas com toda certeza seus pais o ajudavam a tomar a decisão e escolher o melhor lugar para você.

Porém escolher uma profissão é uma questão em que seus pais geralmente não querem te influenciar e o deixam em suas mãos…

Essa decisão fazemos ainda quando temos 17 a 19 anos com pouca experiência de vida e sabendo quase nada sobre a profissão que deseja seguir.

O máximo que você sabe é algo que leu na revista Guia do Estudante e sempre tem uma visão bastante otimista de todos os cursos existentes e apresentando valores salariais extremamente atrativos, mercado de trabalho aquecido e que te deixará animado, mas bem fora da realidade encontrada na realidade.

Portanto seguem alguns erros que você não pode cometer ao escolher a sua profissão…

Primeiro Grande Erro: Escolher a Profissão pelo Salário

Não se deve escolher a profissão de acordo com a possibilidade de ganhos em salário.

As revistas mostram muitas vezes um salário de uma empresa bastante específica e animadora, como por exemplo Engenheiro Aeroespacial – Salários podem chegar a R$40.000,00 reais.

Sim, pode ter algum engenheiro aeroespacial que realmente ganhe esse valor, mas esse cara está por exemplo na Embraer a 20 anos e é o Diretor da área de Engenharia, não quer dizer que você ao acabar se se formar terá uma grana dessa entrando todo mês.

Sem falar que para chegar nesse valor o cara fez mestrado/doutora/curso no exterior e uma infinidade de cursos para chegar onde está não pense que o caminho será fácil para ganhar essa quantia em dinheiro.

Até mesmo os valores de estágios apresentam bastante otimistas alguns com valores iniciais de R$ 3.500,00 que dificilmente você encontrará nos dias de hoje.

Segundo Grande Erro: Escolher a profissão do Momento

Outro grande erro que muitos cometem é escolher a profissão TOP do momento, mas as pessoas esquecem que para ser um profissional formado serão longos 5 – 6 anos de faculdade e após todo esse período com toda certeza dificilmente essa profissão vai se manter em alta até o momento de sua formatura.

Após essas alertas de coisas que você não deve fazer ao escolher a sua profissão aqui vão algumas dicas que você pode fazer para te ajudar nesse processo de tomada de decisão tão difícil.

#1). Faça aquilo que você gosta

Esse é um dos conselhos mais velhos e ultrapassados que geralmente os pais dão aos filhos, porém o problema é que de tanto escutar não é dada a devida atenção a esse conselho.

O que acontece é que muitas vezes ainda não sabemos o que gostamos, assim dificilmente vamos saber o que fazer….

Portanto a sugestão aqui é a seguinte…

Exemplo 1: Se você gosta de Jogos por exemplo faça um curso na sua cidade sobre desenvolvimento de jogos enquanto ainda esteja no colegial, converse com o professor do curso sobre o mercado de trabalho, pois ele está em plena atuação e descubra se realmente gosta de desenvolver jogos ou você apenas gosta de jogar no conforto da sua casa.

Exemplo 2: Acredita que gosta de eletrônica porque conserta alguns aparelhos eletrodoméstico da sua avó?

Para verificar se realmente gosta do assunto e quer trabalhar nisso não precisa entrar em um curso de Engenharia Mecatrônica faça um curso rápido aí na sua cidade mesmo converse com o pessoal do curso.

Veja se as matérias que precisa aprender durante o curso te agradam antes de entrar para a faculdade ou você é apenas um curioso e gosta de arrumar as coisas em casa por hobby.

Caso não tenha gostado saia do curso você não precisa terminar e vai fazer outra coisa. Você não terá tempo perdido você aprendeu que não gosta de determinado assunto e eliminou uma de suas escolhas.

Isso serve para qualquer profissão!!

Tenho certeza de que se colocar isso em prática você terá meio caminho andado para fazer a decisão certa e realmente escolher aquilo que gosta de fazer e apenas fazendo aquilo que gosta que terá um bom retorno financeiro.

#2). Converse com profissionais da área

Outro ponto importantíssimo é conversar com profissionais que estão atuando no mercado de trabalho.

Pergunte a ele como é sua rotina? Como é seu trabalho? O que tem de novidade no mercado? O que ele sugere fazer? Pergunte se pode ir um dia na empresa que trabalha para conhecer seu trabalho?

Peça indicação de livros, cursos que fez que são interessantes para quem atua nesse mercado.

Mostre interesse, faça anotações, fale sobre seus planos e peça conselhos para quem quer atuar nessa profissão.

Tenho absoluta certeza que a pessoa terá um imenso prazer em contar um pouco de sua experiência e você vai aprender MUITO apenas com uma conversa.

#3) Visite uma Universidade

Outro ponto fundamental é fazer visita a uma universidade que tem o curso que você gostaria de fazer.

Muitas delas têm uma data específica que abrem a faculdade para que alunos de ensino médio possam conhecer os cursos que elas oferecem e as atividades desenvolvidas pela universidade.

Recomendo fortemente ir em um dia desses para conhecer a estrutura da universidade, conversar com alguns alunos se possível até mesmo professores e questionar como é o curso que você gostaria de fazer.

Pergunte aos alunos como são aulas, laboratórios, professores, provas e tudo mais que tiver interesse em saber, pois logo estará junto a eles.

Pode perguntar das festas também se são bacanas, como é a vida universitária e como é morar sozinho e longe da família….depois volte aqui e comente o que descobriu !!

Para ir além desses dias em que a faculdade abre as portas vai fazer uma visita em um dia típico de aula e mesmo que não consiga entrar na faculdade ou conversar com alguém observe a correria e a movimentação.

Resumo

Seguindo esses 3 conselhos que tenho absoluta certeza que estará muito mais preparado para tomar umas decisões mais difíceis da sua vida!

Essas dicas eu gostaria de ter ouvido de alguém quando estava nesse período, porém só conseguir descobrir isso depois de formado.

Falo isso, pois por experiência própria e cometi todos os erros descritos aqui…

Escolhi minha profissão por um Guia de Estudante e analisando salários;

Quando entrei na faculdade em Engenharia não tinha a mínima ideia que um Engenheiro fazia, onde trabalhava e como era sua rotina;

Nunca havia visitado a faculdade que iria cursar. Meu primeiro dia na universidade foi para fazer a matrícula;

Passei em duas Universidades públicas UEM e UFABC, porém por pura falha minha não fui visitar nenhuma antes da matrícula, fiz escolha pensando em proximidade com minha cidade;

Enfim depois de passar por tudo isso é que resolvi escrever esse texto, pois acredito que consiga ajudar mais pessoas que vão passar por essa mesma situação estejam mais preparadas.

Esse será um conselho por exemplo que irei dar ao meu filho…

Talvez você já tenha passado por essa fase também e tenha mais dicas a serem compartilhadas por favor deixem nos comentários.

Caso conheça alguém que está exatamente nesse período de decisão compartilhe esse texto com essa pessoa, pois espero que ao menos algumas dessas dicas podem gerar algum insight para ele tomar uma decisão mais acertada.