As 4 fases da Vida Executiva

Segundo um professor da IESE Business School, escola de negócios de Barcelona, explica as fases da vida executiva. Veja em qual fase você se enquadra e representa seu atual momento de carreira.

“Descobrir em qual etapa de carreira é importante para orientar as ações a ser tomadas, que são diferentes em casa uma dessas fases.” Diz José Ramón Pin Arboledas. Essa foi uma matéria da revista Você S/A que achei tão interessante que decidi compartilhar com vocês.

Para facilitar a compreensão de cada etapa o professor fez uma associação de cada etapa da carreira executiva com um bicho. ENtão vamos as etapas:

1) ÁGUIA

aguia

Essa é a primeira fase quando se tem início no mercado de trabalho. A palavra que representa essa fase é CRESCIMENTO. Essa fase recebe o nome de águia, pois a ave de rapina alça voo altos e tem uma visão panorâmica do que há pela frente. É o início da vida profissional, quando o jovem está saindo da universidade e começa a pensar sobre o futuro. AS primeiras metas de longo prazo são desenhadas e o aprendizado (prático e teórico) continua forte.

Obstáculo a vencer:

A principal obstáculo nessa fase é o choque de transação da liberdade estudantil para as obrigações do mundo do trabalho. Além de se adaptar a rotina diferente e desenvolver novas competências, quem está na fase águia toma as primeiras decisões difíceis e arriscada.

Como se destacar:

Encontre um mentor. “Essa figura dá orientações técnicas e ainda ajuda o profissional a entender como se movimentar dentro da empresa e com quem vai se relacionar”, Diz José.

2) ARANHA

spider

A palavra que representa essa fase é CONEXÃO. As oito pernas da aranha remetem à construção de uma teia de relacionamentos (dentro e fora do trabalho) que aumente a capacidade de se movimentar em várias direções. O profissional passa a se preocupar com uma formação mais generalista, pois está chegando um momento de se tornar um líder(mesmo em equipes pequenas).

Obstáculos a Vencer:

Aqui o profissional está em plena transição de subordinado para líder e escolhendo qual será seu estilo de chefia. É importante delegar mais e se fazer visível dentro da empresa.

Como se destacar:

“As decisões tomadas nesse momento definem os anos seguintes na vida pessoal e profissional” Diz José. Então, melhore seu poder de comunicação e deixe claro aos outros quais são seus objetivos. Isso vale tanto para chefes, clientes e subordinados quanto para as pessoas mais próximas.

3) CANGURU

Kanguroo

A palavra que representa essa fase é a MOVIMENTAÇÃO. Profissionais com a carreira consolidada sentem a necessidade, como o canguru, dar alguns saltos e mudar de trajetória. Não é necessariamente uma mudança de empresa, cidade ou país, mas uma movimentação que tem como intuito evitar a sensação de estagnação.

Obstáculo a vencer:

Como existe experiência acumulada, o profissional tem de tomar cuidado para não achar que ja sabe tudo. O desafio é equilibrar a vontade de mudar rapidamente com o medo de tomar uma decisão errada(dúvida que em muitos casos podem levar a imobilidade).

Como se destacar:

Pondere qual salto é o ideal. A maturidade pode ser sinônimo de crise pessoal, já que traz à tona a idéia de que o tempo urge e pode apressar a necessidade de adequar os sonhos à realidade. O ideal é pensar sobre quais são os objetivos de longo prazo e encontrar o que gera propósito. O dinheiro deve ficar em segundo plano.

4) CORUJA

Coruja

A palavra que representa essa fase é ACONSELHAMENTO. O animal que simboliza a sabedoria representa o profissional que acumula o conhecimento adquirido nas etapas anteriores. “Espera-se dele a competência de ver no escuro, como a coruja, coisa que os que estão em outros momentos da carreira não podem fazer”, diz José, referindo-se à habilidade de estar atento ao que ocorre dentro e fora da empresa e à capacidade de saber quando agir e quando recuar.

Obstáculos a vencer:

Hora de encontrar o lugar udeal dentro da organização e evitar a sensação de que não tem mais nada a oferecer. Também é importante se preparar para deixar o poder no futuro próximo.

Como se destacar:

A coruja deve ser uma espécie de conselheiro. Ajudar a selecionar e desenvolver os funcionários e indicar rumos para o negócio são seus papéis.

  • josé roberto de paiva

    Ótima visão nos deixa a par sobre o mercado e também como agir a cada etapa da vida profissional